SIM, É GRÁTIS!
Seja o primeiro a receber as novidades do site.

O poder de uma equipe coesa

Por Mayara Sampaio | 18 de julho de 2016


Hoje, definitivamente, estou em êxtase; se você já leu minha bio aqui no site, sabe que sou finalista de Administração aqui na Federal do meu estado.

Uma das disciplinas de nosso último período chama "Seminários de Administração", cuja proposta precípua é nos ensinar a organizar, promover e gerenciar um evento e, como não poderia ser diferente, fazer tudo isso na prática.

Pois bem: ontem, 11 de julho de 2016, foi a vez da minha equipe. Verdade é que fomos aqueles a inaugurar esse ciclo de eventos e palestras; nossa missão era grande e árdua pois, inevitavelmente, seríamos os responsáveis por referenciar e servir até como balizadores às equipes que virão depois de nós.

Como era de se esperar, muitas intempéries surgiram. Muitas mesmo - e de toda ordem.

A menos de uma semana do evento tivemos uma dificuldade gigante, relacionada à uma variável externa absolutamente alheia ao controle da equipe e que impactaria negativamente no nosso evento e poderia até, ser motivo para seu adiamento ou cancelamento.

Ali, há menos de uma semana do evento, tínhamos algumas opções:
  1. Desistir;
  2. Projetar a culpa em outros e/ou procurar culpados;
  3. Correr pr'uma outra equipe que não estivesse enfrentando o mesmo problema que a nossa;
  4. Procurar o professor da disciplina e pedir que nos colocasse em outra data para que tivéssemos tempo hábil de nos reorganizar.
E qual delas escolhemos? Por qual optamos? Por aquela que não está nos itens elencados acima: decidimos CONTINUAR.

Lembramos que somos administradores, protagonistas, resolvedores de problemas e numa decisão madura e corajosa decidimos que nossa data permaneceria a mesma, que nosso comprometimento seria elevado à enésima potência e que, se antes do problema acontecer nosso evento já seria um sucesso, após ele, então, ele seria memorável e inesquecível. E assim foi!!

Tivemos uma palestrante espetacular com uma palestra inspiradora que lhe rendeu grossas fileiras de participantes do evento ao final para abraçá-la, beijá-la e com ela tirar uma foto; um público que mais que dobrou o número que estimávamos,

Grandes e muitos patrocinadores e apoiadores; cobertura da assessoria de comunicação da universidade e da mídia televisionada através do canal de televisão de maior relevância na cidade, elogios sinceros dos professores ali presentes e de nossos colegas de turma e uma vitória linda que rendeu uma comemoração com direito à champagne ao final.

O segredo para isso? A equipe!

Desde a escola, e não somente em âmbitos profissionais, já estive inserida em muitas equipes - tantas que já perdi a conta - mas não lembro de, em nenhuma delas, ter visto tanta garra e desejo de dar certo e fazer acontecer como a nossa.

...o sucesso do resultado final é a soma dos esforços dos que aparecem e daqueles que, como diz a Bíblia, estão "detrás das malhadas"...

Nossa equipe foi composta por aquilo que considero ingredientes-chave para equipes de sucesso:
  • AUTONOMIA - cada um de nós era dono do projeto; ninguém mandava mais que o outro; éramos parceiros, conciliadores, ajudadores uns dos outros e conscientes de que a responsabilidade pelo sucesso daquele evento era de cada um de nós. Como dono, assumíamos a responsabilidade pelos resultados pessoalmente, como nos ensina a Ambev em um de seus princípios.
  • ESPÍRITO DE TIME - ali, todo mundo era do mesmo time e jogava pra fazer gol; equipes de sucesso entendem que em um time cada um tem um papel, uma posição e que todas são importantes para que haja vitória ao final. Importa tanto aquele que está em evidência quanto o que ficou apenas no backstage; o que compõe o sucesso do resultado final é a soma dos esforços dos que aparecem e daqueles que, como diz a Bíblia, estão "detrás das malhadas";
  • OBJETIVO FIRME - nunca houve instabilidades ou desejo de retrocesso, porque boas equipes são assim: elas vestem a camisa e fazem todo esforço necessário, dando o seu melhor, para ver o objetivo alcançado com êxito, mesmo que isso signifique noites em claro e/ou mal dormidas, viagens e mais viagens de carro pela cidade e os mais diversos tipos de investimento: tempo, dinheiro, criatividade, dedicação e desejo firme.
  • MESMA LINGUAGEM - equipes coesas se comunicam bem; elas tem uma só linguagem, um idioma próprio e particular que significa: vontade de dar certo, determinação para fazer acontecer e cujo vernáculo não contempla expressões como "não dá certo", "não tem mais jeito", "é muito difícil, não vamos conseguir" e semelhantes, mas onde o vocábulo que predomina é: "vamos conseguir!", "somos fortes", "as dificuldades são menores que nós", "já é sucesso" e as que se seguem a elas.
A experiência de ontem eu levarei pra vida; jamais esquecerei quando cheguei ao local do evento e vi uma fila gigantesca para o credenciamento. Tampouco poderei esquecer as dúzias de mensagens de parabéns pela palestra e evento que recebi via whatsapp e redes sociais.

Isso me lembrou uma frase que ouvi em 2013: "a sensação de dever cumprido é um êxtase"; e é mesmo, é quase transcendental, e eu jamais conseguiria escrever sobre ela, muito menos descrevê-la.

...a sensação de dever cumprido é um êxtase...

E um dos motivos que me fará lembrar disso, com muito carinho e regozijo, para sempre, é a experiência de ter compartilhado isso com uma equipe madura e profissional, cheia de indesistíveis.

A lição daqui é: uma equipe com as características que falamos mais acima vence qualquer coisa e faz muitos gols.

Este texto de hoje serviu para eternizar na rede meu sentimento por ontem e para homenagear aqueles queridos que comigo fizeram parte da melhor equipe de "Seminários de Administração" do mundo.

Que sejamos sempre, aquelas pessoas que sempre continuam, permanecem e não desistem e tenhamos em todo tempo as características de um Dream Team.

Ao sucesso.

Cheers!

Agora é com você!


E aí, futuro administrador, curtiu o artigo? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais!

Além disso, deixe o seu comentário ali embaixo, queremos saber o que você achou do artigo e garantimos ler e responder. E se ainda não é inscrito na nossa lista vip, inscreva-se agora mesmo no campo abaixo!


GRÁTIS!
Torne-se Vip agora mesmo e receba todos os nossos conteúdos em primeira mão.

Finalista de Administração na Universidade Federal do Amazonas, Diretora de Filiação e Certificação no PMI AM, Pesquisadora CNPq, Curadora de Conteúdo na ABL Consultoria e Executiva de Contas na BSRM Training e Consulting.