SIM, É GRÁTIS!
Seja o primeiro a receber as novidades do site.

O poder das conexões

Por Mayara Sampaio | 9 de julho de 2016


Muito do que escrevo, penso e produzo é fruto de insights - no meu caso, na maioria esmagadora das vezes, eles surgem de conversas profundas com pessoas às quais admiro, sessões poderosas de brainstorming, instigantes leituras, momentos de reflexão (uma própria minha, que tem a ver com meu jeito e estilo e no geral difere daquela da maioria das pessoas) e, com maior recorrência, de uma conexão de dados, informações, trocas e compartilhamentos advindos das outras possibilidades que aqui já elenquei.

Hoje, a palavra-chave é "conexão".

...tudo tem um porquê e colabora para um propósito maior: nos tornar, nos ajudar a ser...

Desde ontem, após uma conversa profunda e instigante com uma amiga inteligente e pensadora, estou a pensar no "connect the dots" - aquela sentença que Steve Jobs usou com maestria no seu inesquecível discurso para uma turma de formandos de Stanford; você lembra? 

Ele falou sobre isso quando dizia que, olhando pra trás, ele conseguia enxergar que a conexão entre os pontos (suas experiências, aprendizados, perdas, ganhos, escolhas e decisões) era o que o tornava Jobs, era o que o tinha construído, forjado, projetado e preparado para ser quem ele era.

Isso é muito forte pra mim: corrobora a minha crença de que não há acasos - tudo tem um porquê e colabora para um propósito maior: nos tornar, nos ajudar a ser! 

Você compreende como eu? Óbvio que é tudo fruto de escolhas nossas, mas são essas escolhas, ainda aquelas sobre as quais algumas vezes não tenhamos tanta certeza, que conectadas às demais escolhas e decisões nos darão condições de um futuro de êxito.

Novamente citando Jobs: quando desistiu da faculdade, começou a assistir aulas que pareciam não teriam utilidade alguma para seu futuro - as de caligrafia, por exemplo - mas ele reconhece que, conectando os pontos, foram as aulas de caligrafia que o fizeram fazer fontes diferentes e quase que personalizadas em seus computadores: o poder de conectar os pontos.

...muitos 'pontos' por nós deixados de lado podem ser decisivos para grandes novidades e rupturas em nossas vidas...

Minha pergunta é instigante: quais os pontos que você tem esquecido de conectar? Mais que isso: quais os pontos que você ignora nas conexões porque não reconhece valor neles?

Muitos 'pontos' por nós deixados de lado podem ser decisivos para grandes novidades e rupturas em nossas vidas; assim como Jobs reconheceu valor nas aulas de caligrafia que nada tinham a ver com seu curso à época, reconheça valor mesmo naquelas experiências menores, rápidas, iniciais.

Reconheça o valor dos ensinamentos do ensino médio e das primeiras lições e conselhos do primeiro período da universidade.

Reconheça valor e poder na primeira experiência de estágio, no primeiro emprego, nos projetos de pesquisa e extensão, nas noites em claro para compor relatórios de estágio e TCC, nas palestras assistidas, nos eventos promovidos, nos projetos gerenciados, nas amizades conquistadas, nas palmas - e nas vaias também! - recebidas, nos elogios e boas avaliações, nas críticas e feedbacks negativos, nas noites em claro, nos dias inteiros entre cobertas para tentar se recompor das semanas exaustivas, dos dias nos quais você suportou a vontade de jogar tudo pro alto e permaneceu firme, naqueles dias de profundíssimo foco e naqueles outros de intenso ócio... 

Reconheça valor - no seu dia-a-dia e na sua realidade; e, mais que reconhecer valor, agregue valor - a cada momento e situação! 

Torne-os poderosos e intensos e lembre-se sempre que mesmo que algumas coisas pareçam não fazer muito sentido agora, amanhã, quando você olhar pra trás e conectar os pontos, você verá que tudo tinha um motivo: cada coisa e situação era uma peça do grande quebra-cabeça chamado vida, sem as quais o quebra-cabeça jamais seria montado.

Conecte!

Agora é com você!

Imagem: Karen Blix
Curtiu o artigo? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais! Além disso, deixe o seu comentário ali embaixo, queremos saber o que você achou do artigo e garantimos ler e responder. E se ainda não é inscrito na nossa lista vip, inscreva-se agora mesmo no campo abaixo!


GRÁTIS!
Torne-se Vip agora mesmo e receba todos os nossos conteúdos em primeira mão.

Finalista de Administração na Universidade Federal do Amazonas, Diretora de Filiação e Certificação no PMI AM, Pesquisadora CNPq, Curadora de Conteúdo na ABL Consultoria e Executiva de Contas na BSRM Training e Consulting.