SIM, É GRÁTIS!
Seja o primeiro a receber as novidades do site.

Gestão de carreira: o que você quer ser quando crescer?

Por Luciano Figueiredo | 29 de junho de 2016





Olá futuros administradores!

Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados - Mahatma Gandhi

Chegou a hora de administrarmos algo que realmente nos pertence: a nossa carreira!

Passamos por mudanças drásticas no mercado de trabalho. Nos últimos anos, estas mudanças influenciaram diretamente as carreiras e o perfil de cada funcionário.

Se olharmos para a carreira de nossos pais, podemos ver claramente uma política de promoções de cargos onde o funcionário tinha o orgulho de trabalhar em uma ou duas empresas no máximo, durante toda a sua vida, fazendo quase a mesma função durante vinte ou trinta anos e onde a empresa gerenciava a carreira deste funcionário.

Com a globalização este cenário mudou bastante, é cada vez mais raro vermos esse tipo de profissional, hoje tivemos um grande aumento da competitividade onde os profissionais buscam ao máximo se aprimorarem em toda a sua capacidade.

...agora, cada indivíduo deve gerenciar a sua carreira de forma a alcançar o seu objetivo...

Não vemos muitos funcionários que sabem muito de algo em específico, mas sim, funcionários que se dedicam ao conhecimento de uma forma mais ampla.

Vivemos em um cenário onde a expansão da carreira não depende mais da empresa. Agora, cada indivíduo deve gerenciar a sua carreira de forma a alcançar o seu objetivo.

Com essa concorrência em alta, a tecnologia, os processos e a mão de obra foram ficando cada vez mais apurados, onde a lista de pré-requisitos cresce a cada dia e é onde nos deparamos com um termo conhecido como Empregabilidade.

Empregabilidade nada mais é do que a capacidade do indivíduo em estar empregado e se adequar profissionalmente ao emprego e às exigências do mercado.

Hoje não basta, somente, termos a competência técnica, é fundamental que tenhamos habilidade, atitude e ética.



Como exemplo podemos citar um motorista que acaba de tirar a sua primeira habilitação. Ele tem que possuir a competência, ou seja, saber sobre a teoria, leis de trânsito, conhecer as regras etc. Precisa ter a habilidade, que se adquire com a prática. E tão importante quanto isso, ele tem que ter a atitude, ou seja, não ser um infrator, dirigir com responsabilidade e de forma ética.

Para a gestão de uma carreira isso não é diferente. As organizações atuais buscam talentos, pessoas inovadoras, criativas, abertas a mudanças, antenadas às novas tecnologias e em constante atualização profissional.

Considerando todos esses fatores, seguem algumas dicas que podem lhe ajudar:

Faça uma análise SWOT


Transforme os seus pontos fracos em fortes antes que uma mera dificuldade se torne um grande problema, analise os seus concorrentes e veja, basicamente, em que você pode ser diferente e melhor.

Estipule Metas


Crie um plano de ação para atingir as suas metas, com datas para cumprimento e monitore-as. Se preciso, adapte seus projetos a realidade com um foco definido, não desvie do seu foco.




Investimento Pessoal


Invista em você fique atento às competências técnicas requeridas para ocupar o cargo desejado. Atualização é fundamental para qualquer área fique atento no que há de novo em sua área de atuação, na administração a melhor forma de andar para trás é ficar parado.




Proatividade


Vamos visualizar a empresa como um cliente e ter foco em resultados, encantá-la! Tenha iniciativa, proponha soluções, negocie seus rendimentos. Essas características estão relacionadas a uma conduta empreendedora.

Networking


Networking só faz sentido quando você estabelece uma relação de cumplicidade, não fique preocupado com quantas pessoas você conhece, mas se preocupe com quantas pessoas conhecem você.

Uma rede de relacionamentos – presencial ou on-line – fortalece sua imagem e seu negócio, se bem construída.

Segundo o administrador de empresas e palestrante Max Gehringer, networking “é uma questão de paciência e não urgência", ou seja, não é apropriado conhecer uma pessoa e imediatamente entregar o seu currículo.

Busque a melhoria constante


Nem tudo são flores em uma carreira, ela é composta de altos e baixos, que fazem parte do processo, cujo fim depende de você. A insatisfação no trabalho não pode ser maior que os seus objetivos. Certas dificuldades devem ser encaradas como um trampolim.

Flexibilidade


Pode ser um diferencial na gestão de uma carreira. As empresas buscam profissionais cada vez mais flexíveis, que desenvolvem diferentes atividades em situações inusitadas, onde o trabalho em equipe também é muito valorizado.

Então, podemos comparar a nossa carreira a uma caixa de ferramentas, onde vamos adicionando ferramentas para serem aplicadas na nossa vida profissional.



A medida que usamos e testamos essas ferramentas, podemos constatar se elas são funcionais ou estão apenas acumulando pesos para carregarmos desnecessariamente.

Essa caixa pode se transformar em um arsenal poderoso e vitorioso ou em uma arma nociva e até destrutiva. Cabe somente a nós abrir essa caixa e aperfeiçoar as ferramentas úteis e aposentar aquelas que são antigas e obsoletas.

Agora é com você!

Imagem: the UMF

E aí, gostou do artigo? Deixe o seu comentário, compartilhe esse conteúdo com os seus amigos, ele pode ser muito útil à eles. Quiçá, o insight que precisam esteja aqui.

E se ainda não se inscreveu na Lista Vip do Administrador Jovem, inscreva-se agora para receber em primeira mão absolutamente todos os nossos conteúdos! Estamos ansiosos para te enviar o nosso e-mail de boas vindas.



GRÁTIS!
Torne-se Vip agora mesmo e receba todos os nossos conteúdos em primeira mão.

Graduado em Logística empresarial. Com MBA em Gestão estratégica de negócios e MBA em Marketing e vendas. Experiência em multinacionais e atualmente é professor de logística e administração de empresas no Senac-SP.