SIM, É GRÁTIS!
Seja o primeiro a receber as novidades do site.

Mas será que tem espaço para mais um administrador?

Por Mayara Sampaio | 28 de maio de 2016


Há quem diga que Administração é um curso com mercado saturado e que não adianta cursá-lo porque “não dá dinheiro”.

De fato, ano após ano, centenas de administradores são formados e encaminhados ao mercado de trabalho; mas será que essa é uma realidade exclusiva do curso de Administração?

Acredito que não.

Cada vez mais pessoas têm entendido a importância do ensino superior e têm ingressado nos mais diversos cursos, o que significa que sempre há um grande número de pessoas começando e finalizando seus cursos anualmente.

A concorrência é uma realidade, quer você seja arquiteto, médico, advogado, dentista ou administrador; penso que essa história de “mercado saturado” figura mais como uma desculpa, pois sempre haverá lugar e espaço para um profissional de excelência; sempre haverá uma empresa procurando por um administrador acima da média.

Para a questão do mercado saturado, penso que a solução para isso está em nós mesmos enquanto profissionais: para que haja espaço para nós, precisamos ser os melhores administradores que pudermos, entendendo que cada dia é uma nova chance de aprender mais, crescer, se tornar melhor e ganhar vantagem competitiva.



Faça sua SWOT pessoal e descubra o que você tem que melhorar para não ficar em desvantagem em relação aos demais e quais as características que você deve potencializar para se posicionar e consolidar seu espaço no mercado.

...à medida que você se transforma em um administrador incomum que é desejado pelo mercado, dinheiro flui como uma consequência natural...

Já para o “administração não dá dinheiro”, dia desses li em uma rede social o seguinte: “dinheiro quem dá é só a sua mãe; se você quiser ganhar dinheiro com a profissão, tem que se dedicar e trabalhar muito”, e para mim é isso: nada ‘dá’ dinheiro – ele é uma recompensa por problemas solucionados e trabalhos bem executados; à medida que você se transforma em um administrador incomum que é desejado pelo mercado, dinheiro flui como uma consequência natural. 

Mas, ainda assim, compreendo que dinheiro não deve ser a motivação principal

Pode parecer utópico ou romântico para muitos, no entanto, ainda acredito que o sentido de missão, de acreditar no que se faz e ser realizado no exercício da profissão são os fatores que mais devem pesar nessa balança.

Principalmente para jovens como eu, se formando, recém formados e no início da consolidação de uma carreira, penso que o trabalho deve ser visto como uma oportunidade de aprender mais e se agigantar e não como simplesmente uma sucessão de tarefas que ao final do mês te credenciarão para um resultado financeiro.

Quando escolhi Administração, escolhi muito convicta – e da minha escolha jamais me arrependi; ela, com sua gama de infinitas possibilidades de aprendizado e atuação, tem me tornado uma profissional mais completa, conectada, obstinada pelo conhecimento e me linkado a profissionais excepcionais que têm me ensinado com sua conduta que se você for bom, nunca deixará de haver espaço para você.



Decidi por Administração para mudar o mundo – e sempre fui mal compreendida quando disse isso... 

Algumas pessoas me lembravam a famosa frase que diz: “ontem eu era inteligente, queria mudar o mundo; hoje sou sábio, quero mudar a mim mesmo”, mas na verdade, eles não entendiam o que eu queria dizer. 

Eu queria mesmo era dizer que, por causa de mim, de ideias criativas, de soluções diferenciadas, de trabalho duro e obstinado, o mundo seria mudado – não apenas por causa de mim, mas também por minha causa! 

Não, eu não tinha a pretensão de mudar o mundo todo, sozinha e de uma vez, mas ainda hoje eu carrego comigo o sonho e o desejo ardente de fazer acontecer e lançar, no solo deste mundo, uma semente de mudança.

Vejo Administração como empoderamento; o credenciamento e a chancela para você liderar pessoas, gerir Organizações em sua totalidade, comandar projetos de alto impacto, empreender com garra e gana, gerar relações especiais com clientes, desenvolver marcas apaixonantes com uma legião de fãs apaixonados e pensar estrategicamente em soluções específicas para diferentes diagnósticos nas mais diversas Organizações.

Para tudo isso acontecer de fato, faz-se necessário um administrador que faz além, vê o que ninguém viu, que desequilibra, questiona o preestabelecido, transgride e instala o novo.

...sucesso de verdade é, além de você ser bem sucedido, ensinar e ajudar mais pessoas a também “chegarem lá”...

Que sejamos nós esses administradores e se para nós não houver espaço, que criemos novos, inauguremos novos caminhos e levemos, debaixo de influência e liderança, tantos outros administradores, para que conosco cresçam e vençam, porque sucesso de verdade é, além de você ser bem sucedido, ensinar e ajudar mais pessoas a também “chegarem lá”.

Agora é com você!


E aí, gostou do artigo? Então, por favor, deixe o seu comentário ali embaixo, nós do Administrador Jovem queremos muito saber o que você achou dele.

Além disso, se puder, compartilhe com os seus amigos, seremos extremamente gratos a você por isso, sem contar que dar a oportunidade de outras pessoas conhecerem e terem acesso a um conteúdo relevante é um grande presente, não é mesmo?

E se ainda não se inscreveu na Lista VIP do site para receber todas as nossas novidades, conteúdos e indicações, não perca tempo, inscreva-se!



GRÁTIS!
Torne-se Vip agora mesmo e receba todos os nossos conteúdos em primeira mão.

Finalista de Administração na Universidade Federal do Amazonas, Diretora de Filiação e Certificação no PMI AM, Pesquisadora CNPq, Curadora de Conteúdo na ABL Consultoria e Executiva de Contas na BSRM Training e Consulting.